“Janeiro Branco” busca promover informação sobre a saúde mental



Por Rafaella Rizzo / Fotos: Getty Images

De acordo com relatório da OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde), na região das Américas, os transtornos mentais respondem por 34% das deficiências. Já os transtornos depressivos representam 7,8% das incapacidades.

Outras informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), mostram que um em cada cinco adolescentes enfrenta desafios de saúde mental. A instituição estima que metade de todos esses tipos de doenças começa aos 14 anos.

Para combater os problemas e seus efeitos, os governos investem milhões em campanhas e ações. Uma delas é a do “Janeiro Branco”, a fim de promover informação e conscientizar a sociedade em relação à saúde mental.

Profissionais dessa área (como psicólogos e psiquiatras) se unem a cidadãos na promoção de ações, orientações e reflexões a respeito das condições e características emocionais do ser humano.

A raiz de todo mal

Por mais que essas atitudes gerem benefícios, ainda falta algo que não serão capazes de oferecer: o bem-estar espiritual. Afinal, não há médico ou remédio que seja capaz de tocar a alma de alguém.

Há um versículo bíblico que explica a origem de tudo o que acontece de ruim e de mal na vida do ser humano, como também a solução.

O ladrão [diabo] não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; Eu [Jesus] vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.

João 10:10

Entendemos que os problemas, inclusive os de saúde como os citados acima, têm uma raiz espiritual que, quando arrancada por meio da fé, deixa a pessoa livre para receber a vida abundante que só o Senhor Jesus pode dar.

A cura interior e uma nova vida

Dinorá levou uma vida muita difícil. Sua família morava de favor. Presenciava constantes brigas entre os familiares. Ela mesma era uma jovem muito doente. Sentia dores de cabeça frequentemente. Além disso, sofria ataques e tinha problemas constantes de nervosismo. Ademais, via vultos e também ouvia vozes.

Não dormia à noite porque tinha pesadelos constantes. Dessa maneira, mesmo indo a diversos psiquiatras, nada resolvia os problemas e o sofrimento de Dinorá. Sua vida foi ficando cada vez mais triste. Contudo, o pai dela tinha um bom hábito. Ele acompanhava a programação da Universal pela televisão.

Por quatro meses seguidos, mesmo não gostando, Dinorá passou também a assistir aos programas da Universal com o pai. Ela recorda dos momentos em que o Pastor orava ao pé da cruz e seu pai colocava o copo de água ao lado da tevê. Depois, ela bebia a água. Assim, foi seguindo, pois, ao fazer isso se sentia bem.

Até que, Dinorá decidiu ir a uma reunião pessoalmente. Estava na pior fase de sua vida, quando foi recebida na Igreja por uma obreira. Naquele dia, e nos que se seguiram, ouviu sobre prosperidade, casamento e cura interior. Quer saber mais sobre esse testemunho? Assista abaixo ao vídeo completo:

Se você está cansada de sofrer e de buscar em tantos lugares a cura para a dor que sente na alma, procure hoje mesmo uma Universal mais próxima de sua casa.

Às sextas-feiras a Universal realiza um forte trabalho de combate à depressão e entre outros problemas psicológicos. Centenas de pessoas já foram curadas após seguir o conselho de arrancar a raiz espiritual para conquistar a vida abundante.

ler mais
Notícias relacionadas
Relatar erro

comentários

Relatar erro

Informe nossa equipe sobre qualquer erro gramatical, de informação ou técnico encontrado nesta página:

“Janeiro Branco” busca promover informação sobre a saúde mental

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Notícias falsas

You know about some fake news on the internet about Universal church of the kingdom of god? Report here and we`ll bring up the truth through myths and truths site

Formulário de reclamação

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Expediente

Editora Executiva:

Coordenadora de Conteúdo:

Repórteres:



Email de contato:

Telefones:

Address

Cep:

Free WordPress Themes, Free Android Games